saudade

Saudade pandêmica

Saudade que o tempo não cura,
Dilacera,
Desespera,
Ensoberbece,
Satura.

Saudade do abraço que aquece,
Do olhar profundo,
Do sorriso,
Do calor,
A saudade despe, estupra,
Dissabor.

Algumas saudades não têm preço,
Cresce,
Adoece,
Transpareço.

Saudade é deserto sem flor,
Desconexo,
Desconcerto,
Essência do amor?!

Saudade é desejo,
Paixão,
Beijo ardente,
Aconchego,
Excitação.

A Saudade é demora que nos devora,
Congela,
Consome,
Enfraquece,
Atormenta.

A saudade não desaparece,
Aumenta,
Alimenta,
Enlouquece.

A saudade está no começo da despedida,
Partida,
Ida,
Desestrutura,
Vida.

Saudade que só o tempo cicatriza,
Tortura,
Procura,
Idealiza,
Aproxima,

E…
Cura.

Por Daniela Houck,
para sua coluna Café com Respeito!

Acesse nossas redes e mantenha-se informado!

facebook instagram twitter linkedin WhatsApp

Foto de Felipe Cespedes no Pexels

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *