A magia de como um gatinho pode nos fazer sorrir

Magia Nossa de Cada Dia

De forma geral, tem-se por magia toda “prática oculta, efeitos ou fenômenos extraordinários que contrariam as leis naturais”. Apenas crianças e adultos sonhadores (ou bobos) demais creem em forças inexplicáveis, figuras luminosas e criaturinhas levadas que escondem as chaves do carro bem na hora do trabalho. Enfim, contos da Carochinha e histórias para boi dormir. Eu não poderia discordar mais.

Em primeiro lugar, devemos desconstruir a ideia fantasiosa e redefinir o conceito de magia. Absolutamente tudo é energia. E não sou eu quem estou dizendo; é a ciência. E fazer magia é usar a sua energia para influenciar e modificar a realidade a sua volta.

Todos os seres vivos possuem poderes mágicos. Os animais de estimação, por exemplo, são capazes da incrível proeza de colocar um sorriso no nosso rosto ao chamar nossa atenção com mordidinhas e lambidas carinhosas, mesmo quando estamos tristes. É quase instantâneo; sorrimos e, hipnotizados pela influência maligna dos olhinhos brilhantes, nos rendemos até mesmo à cômica vozinha de bebê.

Nós, humanos, usamos abordagens diferentes (até porque seria um tanto estranho lambermos a bochecha das outras pessoas ou morder a ponta de seus dedos). Usamos as nossas palavras e as nossas ações para ‘enfeitiçar’ as pessoas e o ambiente ao nosso redor. Uma palavra amiga é capaz de melhorar o dia de alguém, um elogio pode levar nossa autoestima às alturas e um sorriso sincero alivia a tensão de qualquer lugar. Também temos poções e rituais para todos os gostos; um chazinho de camomila para acalmar um bebê nervoso, uma massagem para aliviar a tensão dos músculos de quem a gente gosta depois de um dia exaustivo e uma longa conversa repleta de novidades ou trivialidades para distrair a mente dos problemas.

A magia faz parte do nosso dia a dia desde o dia em que nascemos. Está no desabrochar de uma flor no meio do asfalto e no abraço apertado que uma mãe dá em seu filho no primeiro dia de escola. Apenas precisamos parar para admirá-la e, principalmente, exercê-la.

Quanto às criaturas míticas? Bem, eu particularmente não acredito muito. No entanto, andam a sumir algumas maçãs da minha cozinha para aparecerem no meu jardim dias depois. Estes ratos estão ficando cada vez mais espertos…

Por Lívia Ferreira
para sua coluna Magia Nossa de Cada Dia

Acesse nossas redes e mantenha-se informado!

facebook instagram twitter linkedin WhatsApp

Foto de Buenosia Carol no Pexels

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *