Boletim Pró-Diversidade

Como posso ser Padrinho ou Madrinha?

Oi Pessoal nossa Campanha de Apadrinhamento de Natal seque a todo Vapor, para se tornar um Padrinho ou Madrinha é muito fácil é só seguir os passos:

1o Passo: Imprimir, Preencher (assinar) e nos enviar a ficha abaixo:

2o Passo: Fazer sua Contribuição de R$ 20,00 ou R$ 30,00 que pode ser feita em dinheiro diretamente a nossa instituição e representantes ou também pelo Mercado Pago através de um dos botões de pagamento abaixo:

Colaborar com R$20,00

Ou

Colaborar com R$30,00

 

3o Passo: Escolher uma criança ou adolescente disponível para apadrinhamento em nossa Lista de Crianças e Adolescentes que também se encontra aqui no site;

 

4o Passo: Enviar pelo email: diretoria@prodiversidade.org.br a o scanner ou foto da ficha preenchida e assinada, o comprovante de pagamento e o nome da criança que se pretende apadrinhar;

 

5o Passo: Após receber a confirmação do apadrinhamento, comprar um brinquedo para  dar de presente para a criança ou adolescente apadrinhado ou fazer mais uma colaboração também pelo Mercado Pago através dos botão abaixo para que possamos comprar o presente caso prefira ou não tenha tempo de fazê-lo:

Comprar o brinquedo você mesmo!

Ou

Presente de Natal R$50,00

 

6o Passo: Entregar o brinquedo, caso tenha preferido compra-lo você mesmo, em um dos pontos de entrega.

(em breve aqui mesmo iremos indicar todos os pontos, horários e responsáveis)

 

7o Passo: No caso de dúvidas, entrar em contato pelo telefone (11)3208-0279 ou pelo WhatsApp (11) 94177.4764 com Anderson.

 

8o Passo:  Saber que nos ajudou a fazer a alegria de uma Criança ou Adolescente neste Natal! Muito Obrigado!

 

Seguem algumas Orientações Gerais  para os Padrinhos e Madrinhas:

1. Nós somos voluntários? Sim o apadrinhamento é um serviço voluntário, conforme a Lei nº 9.608, de 18 de fevereiro de 1998, “não gera vínculo empregatício, nem obrigação de natureza trabalhista, previdenciária ou afim”, não cabendo portanto, qualquer remuneração ou ressarcimento pelos serviços prestados;

2. Por que preciso declarar que me tornei Madrinha ou Padrinho por livre vontade e autorizar a utilização de minha imagem (foto/vídeo/texto) e de minha família e familiares (quando presentes) pelo Instituto ligado aos projetos em que participo? Para deixar claro que foi uma escolha e ao mesmo tempo caso tenha alguma foto de uma reunião ou da festa publicada no site ou jornal não existam problemas com direitos autorais;

3. Como Madrinha ou Padrinho, me comprometo apadrinhar as crianças e adolescentes abaixo da maneira como segue para cada apadrinhado:
a) Doar um brinquedo que deverá ser entregue até dia 30 de Novembro: neste caso procure doar brinquedos com valor de até R$50,00, acima disto poderia ser melhor apadrinhar mais uma criança ou adolescente, os pontos de entrega estarão disponibilizados com horário de funcionamento no site, não deixe para última hora! Os presentes não devem estar embrulhados, mas podem doar também o papel de presente separadamente.
Caso a criança ou adolescente apadrinhado seja PCD (Pessoa com Deficiência) siga a instrução no site individualizado para dar o presente adequado.
b) Contribuir com R$20,00 ou R$30,00 para auxiliar nas despesas do projeto, caso deseje doar mais não há problemas, mas preferencialmente apadrinhe mais uma criança ou adolescente ou se torne também um associado!
c) Participar, se desejar, da festa de apadrinhamento em dezembro: contudo avise do seu comparecimento para autorizarmos rapidamente o seu acesso ao local;
d) Colaborar de outras maneiras com a realização do evento: doando alimentos, bebidas não alcoólicas, doces, brinquedos avulsos, decorações, brindes etc.;
e) Acessar o site www.prodiversidade.org.br para ter acesso a listagem de crianças e adolescentes que podem ser apadrinhados e outras informações, dentre estas a lista de locais de entrega, parceiros e posteriormente as fotos do evento;
f) Saber que é responsável por fazer uma criança ou adolescente feliz: o apadrinhamento é muito importante para as nossas crianças e adolescentes, por isto é também importante que a Madrinha ou Padrinho leve isto a sério!

 

Deixe um comentário