Boletim Pró-Diversidade

Sabedoria das Ruas – Quem Sou EU?

Na última oficina Sabedoria as ruas fizemos uma mini  auto-entrevista com alguns de nossos participantes, conheçam agora a história de Fábio do Nascimento, 40 anos e que tem o objetivo de voltar a estudar e pretende cursar Matemática no ano que vem!

Quem sou eu? 
Sou um sonhador, em alguns momentos infelizmente vivi na ociosidade, mas hoje procuro encontrar um caminho mais saudável para minha vida, seguindo novos conselhos e procurando boas razões para rever meus conceitos. Acho que devo empregar minha vida no que existe de mais útil. Devo encontrar a minha evolução pessoal, pois preciso atentar-me para os estudos, paz interior e muito domínio próprio.
Acho que na vida de cada ser humano é importante corrigir o seu egoísmo.
É muito bom que cada um se preocupe com seu próximo, pois isso faz muita diferença no mundo em que vivemos.
Porque gosto da oficina de textos?
Gosto porque tenho uma necessidade enorme de aprender a escrever e editar textos.
Acho que através da oficina vou desempenhar um bom papel na escrita.
Preciso aprender organizar minhas de um modo mais coerente e conciso, sem falar que admiro as pessoas que escrevem dessa forma.
Através da oficina, acredito reter conhecimentos essenciais para essa progressão a que aspiro.
O que é a oficina sabedoria da rua?
É um movimento no qual as pessoas tem oportunidades de expressar seus conhecimentos literários, suas ideias e até mesmo desenvolver alguns dotes nesse sentido.
É um momento de reflexão, descontração e aprendizado coletivo e individual.
O que espero do livro sabedoria das ruas, que vai ser lançado em  2017?
Espero que ele tenha uma boa repercussão e que ele transmita paras pessoas uma boa mensagem e que elas possam se conscientizar de que é possível acreditar em seres humanos que vivem à margem da sociedade.
Sabemos que existem pessoas que, às vezes, não se interessam por essa questão. Acho que uma boa leitura acaba transformando vidas e espero que essas pessoas possam enxergar esses valores.

Deixe um comentário