Boletim Pró-Diversidade

Canto da Poesia

Erica Naomi

 Awake Past

Quem é você
Que, após tantos anos,
sagrados e profanos,
reaparece em meu caminho?

Porventura,
Esqueceu-se de que
rosa possui espinho,
que defende e enfeita,
e também mistérios
não desvenda?
Nossa história acabou,
o resgate findou.
Agora, cada qual,
em sua hora,
deve seguir
a sua própria trilha,
sendo ela filha
do destino
que nos separou há muito…
Guardo,
com carinho e cuidado,
todos os nossos momentos,
tristes ou serenos,
despertados pelo outono.
Do sono
bruscamente desperto,
rezando para que
isso não seja real.
Quero que,
a partir de hoje,
todo e qualquer açoite
em relação a você
saia de minh’alma.
Sem mágoa, rancor,
apego ou dor,
só quero viver
sem algo a lhe oferecer,
feliz ser,
seguir a minha trilha
e, sozinha,
amadurecer…

Deixe um comentário